Especialidades

Endodontia


foto

Mais conhecido como tratamento de canal. Trata-se da remoção de vasos, nervos da polpa e raiz do dente - tratamento químico e mecânico da parte interna do dente e preenchimento deste espaço por um material obturador. Indica-se tratamento de canal por vários motivos como:

• Dor espontânea e latejante, quando o uso de analgésicos já não resolve
• Cárie muito profunda
• Dente que receberá coroa / prótese, entre outros

O tratamento é indolor, ou seja, a anestesia impede que o paciente sinta dor. Em alguns casos pode haver pequena sensibilidade até 72 horas após o tratamento, que é resolvida pela ingestão de analgésicos.

Ao contrário do que se pensa, o dente não morre após o tratamento de canal, apenas não tem mais sensibilidade interna, portanto se apresentar cárie não haverá dor, o que é um aviso de "algo errado". Os tecidos de suporte continuam vivos e sensíveis à pressão. Apenas com pressão intensa haverá dor.

O dente com tratamento de canal também não escurece. O que ocorre é a perda do brilho, podendo aparentar um tom mais amarelado. O escurecimento exagerado ocorre quando o dente sofreu uma hemorragia ou mortificação antes do tratamento.

Se o canal não for tratado, poderá ocorrer dor intensa, inflamação, inchaço e ainda a perda do dente. Por isso, mesmo que haja medo por parte do paciente em realizar o tratamento, o ideal é utilizar-se (sob prescrição médica) de ansiolíticos (tranquilizantes) que ajudem a combater a ansiedade no decorrer do tratamento além de diminuir qualquer dor que se possa sentir durante o procedimento ou usar o óxido nitroso, que faz com que o paciente "durma" por alguns minutos e não sinta nada.

Av. Rio Branco, 294 - Centro - Itaberaba -Bahia - CEP: 46880-000
Tel.: (75) 3251-2244 - contato@centroceo.com.br